9 de julho de 2015

Resenha: Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara


Faz tanto tempo que não posto aqui que pareço ter perdido a prática.
Mas não vou usar esse post como uma carta de desculpas. Vamos direto à resenha.


Uma garota surge de repente no caminho da adolescente Piddy Sanchez para avisá-la de que Yaqui Delgado vai acabar com ela. Piddy acabou de mudar de escola e nem faz ideia de quem seja Yaqui, muito menos do que pode ter feito de tão errado para apanhar. Mas Yaqui sabe quem ela é, e a odeia.
Piddy Sanchez não tem descanso. Ser filha de uma imigrante cubana nos Estados Unidos e crescer sem pai já era bem difícil sem ter alguém a odiando. No ensino médio da nova escola, seu corpo atraente desperta tanto os olhares dos meninos quanto o da esquentada Yaqui, que começa atacando a novata com ameaças cruéis, mas demonstra ser capaz de muito mais que isso, tornando a vida de Piddy um verdadeiro inferno dominado pelo medo. Denunciar Yaqui não é uma opção. Fugir não adianta. O importante agora é sobreviver.
Adquiri o exemplar de YDQQASC (ô nomezinho longo), nas minhas caças pela Submarino. Sou muito tentada por livros que além de serem baratos, não são muito comprados. Porque na maioria das vezes isso só significa que eles não são tão divulgados ou são novos. Não tem nada a ver com bom ou ruim.
Eu olhei aquela capinha azul e dei meu clique.

O presságio do livro parece um pouco confuso e muito direto, não é? Mas o livro é assim mesmo. A história é narrada em primeira pessoa - já vamos nos aprofundar nisso -, e tem uma linguagem bem juvenil e de fácil entendimento.


Bom, Piddy é uma menina super normal, com uma mãe trabalhadora, uma amiga que se mudou, e para variar, está indo para um colégio novo. Ela é basicamente você e eu. O fato que me fez gostar mais desse livro, é que ele trabalha com o Bullying de uma maneira tão legal que às vezes você esquece que isso é um assunto tão delicado. 

Yaqui Delgado não é uma monstrenga com verruga na cara e pança de hipopótamo, e muito menos uma loira oxigenada com uma BMW. Eu acho que autora saiu muito da zona do clichê, e nos trouxe algo totalmente... normal.

Como vocês sabem, eu não costumo falar muito SOBRE a história, mas sim DA história. 

Tudo ocorre em New York, mas lá pro lado dos Queens, o que significa que você passa a conhecer uma das partes mais simples da cidade. Por lá vamos ver muitos latinos e até pensar "mas todo mundo é latino nessa budega?", e para falar a verdade, a maioria é sim.

E você me pergunta "Tia Ruuh, tem romance?". Acontece que Piddy não é uma louca por namorados e amores. Ela não se apaixona tão facilmente, mas... Ela acaba cedendo sim, para um garoto em sua vida. Acho que é a parte mais fofinha do livro.


A história deixa bem claro que o Bullying pode acontecer na vida de uma menina normal, como você. E as pessoas que praticam o Bullying, muitas das vezes, não precisam de algum motivo para a justificativa do ato. Piddy luta muito para descobrir o motivo de Yaqui a odiar tanto, e é uma coisa até engraçada. 
Como disse antes, às vezes você esquece que o livro está tratando de assunto delicado. Mas há momentos em que a coisa fica tensa, as mudanças se tornam aparentes e a graça acaba. A vida de Piddy vira de cabeça para baixo e ela não consegue lidar com tudo ao mesmo tempo.

Sobre a tradução do livro, eu fiquei um pouco chateada com a mudança repentina de narração em primeira pessoa, para a terceira. Acontece que não gosto de misturas e, para mim, foi falta de atenção na hora da tradução ou na hora da escrita da autora mesmo. Vai saber. Mas se você estiver bem situado, consegue passar por essas misturinhas sem se perder na história.


Há diversos personagens secundários que complementam a vida de Piddy, como Laila, Clara, Darlene, Mitzi, Joey e Rob (espero que você deixe para conhecer cada um e suas histórias, no livro). E é bem legal conhecer a história deles pelo que Piddy nos conta.

Yaqui Delgado Quer Quebrar a Sua Cara, é um livro divertido, tenso, cheio de reviravoltas e muito perto da nossa realidade. Espero que se você tenha gostado corra atrás de obtê-lo, porque é um daqueles livros que abrange seus horizontes e te explica coisas que antes você não conseguia entender sobre determinado assunto (como a vida dos latinos nos Estados Unidos, e o tema principal, que é o Bullying).

O livro receberá 4 estrelinhas da Tia Ruuh!


Espero que tenham curtido.

Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo